[resenha] #4 ROSEMARY BEACH - AMOR SEM LIMITES - ABBI GLINES

Olá amores, como estão?

Finalizei mais um livro da série Rosemary Beach e dessa vez foi mais decepcionante do que esperava. Tenho um pé atrás com séries longas com os mesmos protagonistas. Como explicado neste post, dentro da série principal, temos algumas séries, cada uma com um casal protagonista. No total, para Blaire e Rush temos 4 livros, os dois últimos para mim os mais desnecessários.

Neste terceiro livro a autora logo explica que ele foi escrito a pedido dos fãs. O problema é que não tinha mais nada a acrescentar na história, fora a rotina do casal. Além do fato de não ter uma boa história, o machismo dominou esse livro, o que me irritou bastante. Precisei por diversas vezes dar uma pausa, respirar, para aí sim continuar a leitura. 


Título: Amor sem limites
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Onde comprar: Amazon


Após perder a mãe e acabar na casa de Rush, contra a vontade dele, Blaire e Rush acabam se aproximando e se apaixonando. Até um segredo que liga as famílias dos dois ser revelada da pior forma possível e tudo ruir. Quando Blaire descobre a gravidez e percebe que a melhor opção é voltar para Rosemary com a amiga Beth, Rush faz de tudo para reconquistar a mãe de seu filho.

De uma forma bem resumida, é isso que acontece nos dois primeiros livros da série. A partir de agora o casal feliz pretende aproveitar a vida a dois, curtir a gravidez e planejar o casamento. Até uma visita inesperada chegar. Dean Finlay, grande astro do rock, chega para pedir ajuda a Rush. Nan, sua irmã, que descobriu ser filha do companheiro de banda de Dean, está infernizando a vida de todos. Rush é o único que consegue controlar a irmã.

A ida deles a Los Angeles tem como único objetivo intermediar a relação de Nan com Kiro, pai dela, e trazer um pouco de paz e tranquilidade para os habitantes da casa. Essa intermediação acontece, mas também trás a tona os mesmos erros cometidos pelo Rush. E foi aí que a leitura começou a desandar.

Rush está determinado a ajudar Nan, mas é constantemente manipulado e se mantém cego sobre isso. Nada se revolve. E no fim temos mais do mesmo com mentiras, desconfianças e brigas. Já ficou claro que não gosto da irmã do protagonista, mas me incomodou o fato de ela se fazer constantemente de vítima, alegando não ser amada por ninguém, mas ninguém ter a coragem de dizer que para ser amada ela precisa aprender a amar e respeitar o próximo.

"Aquela irmã mimada dele usa o fato de não ter tido pai como desculpa para ser uma vaca e infernizar todo mundo. Você teve mais problemas do que ela, perdeu a irmã, o pai e a mãe. Sofreu mais do que aquela garota jamais poderia sequer imaginar, mas, ainda assim, você sabe amar. Você sabe perdoar e é forte."

Apoio a decisão de Rush de estar com ela, mas ignorar todos os outros e acreditar somente nela não dá para deixar passar. Somado a isso, várias foram as atitudes machistas que me incomodaram. Pedir, mais de uma vez, para a parceira trocar de roupa pois estava chamando muita a atenção e ela trocar a roupa; afirmar constantemente que ela é dele, como uma posse; o ciúme exagerado; apagar o número de telefone de um amigo do próprio celular pois o parceiro pode ficar chateado, mesmo sendo amigo de ambos; e principalmente, a falta de diálogo, sendo tudo resolvido com sexo. Foi demais para mim. A personagem que se apresentou forte e determinada no início da série foi substituída por uma mulher fraca e sem personalidade.

O lado positivo foi inserir tantos personagens novos, com promissoras histórias pela frente. Adorei conhecer o Dean. Ele se mostrou um pai querido, sem deixar de lado o astro do rock que só pensa em sexo. Ninguém é uma coisa só. Temos também um pouco da história de Woods e Della, e uma introdução de um possível relacionamento de Grant e Hallow.

No mais, só posso dizer que faltou história e sobrou machismo, e de uma série que vinha me surpreendendo positivamente, ficou a decepção. Quero continuar a leitura dela, mas vou precisar de um tempo antes.


PAIXÃO SEM LIMITESTENTAÇÃO SEM LIMITES • ESTRANHA PERFEIÇÃO • AMOR SEM LIMITES • SIMPLES PERFEIÇÃO • RUSH SEM LIMITES • A PRIMEIRA CHANCE • MAIS UMA CHANCE • PARA SEMPRE MINHA • KIRO E EMILY • À SUA ESPERA • AO SEU ENCONTRO • O ÚLTIMO ADEUS • PEGANDO FOGO

26 comentários

  1. Geralmente livros que são escritos a pedido dos fãs ficam meio a desejar porque tem aquela sensação que o autor forçou. Pelo que vi aqui, dessa vez não deu muito certo
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi
    eu só li os dois primeiros livros, mas desisti já alguns anos dela, ainda bem que não li esse já que a história não tem muito acrescentar, acho que deve ser dificil encontrar um diferencial nessa série da autora.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Já li a série completa mas tem tempo e não me recordo desse livro. Dessa série não consegui terminar Rush sem Limites pois não achei necessário um livro sobre o ponto de vista dele. Nan realmente se mostra insuportável nos livros. Gostei muito da sua resenha e concordo que Rush em muitas vezes é extremamente machista.

    Beijinhos!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Amei demais a sua resenha e parabéns pela sinceridade!
    Confesso que tenho preguiça de começar a ler Rosemary Beach, pois, é uma série muito longa kkkk
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Rayanne.
    Pelo que li na resenha acabou se confirmando o motivo que falei lá na outra postagem sobre não ter vontade de ler os livros hehe. Todas as resenhas que leio dessa série citam sobre o machismo e para não passar raiva prefiro não ler hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que pena que esse livro te decepcionou. Eu evito séries com o mesmo casal de protagonistas (tenho poucas na minha lista de leitura), pq sempre passo raiva em ver a autora ferrando a vida de um casal que já tinha o seu final feliz, kkkk
    Eu nunca li nada dessa autora, mas morria de vontade. Sério mesmo. Mas um amigo meu me mostrou uma cena de um dos livro (não me lembro qual) em que o comportamento do mocinho me decepcionou tanto, que desanimei. Uma pena!


    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  7. Oi, Rayanne como vai? É tão frustrante quando um livro decepciona não é mesmo! Que chato que o livro não foi como você esperava, mas acontece às vezes. Adorei sua resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Rayanne,

    Eu li o primeiro livro e confesso que não curti na época, achei meio sem sal e mais do mesmo. Eu gosto da escrita da autora, mas não é todos os livros dela que me cativam.
    Uma pena que esse tenha sido uma decepção, tem coisa que é melhor não mexer rs.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ray!

    Acho que comentei aqui no seu outro post da série sobre o machismo presente nos livros, então caso você queira prosseguir adiante com a série, se prepara pra passar bastante nervoso. A escrita da Abbi é muito boa e viciante, mas os caras bancando de macho alfa me tirou do sério MUITAS vezes, até cheguei a largar a série e voltar a ler depois de muito tempo, porque lendo tão em sequência não ia rolar, não kkk concordo sobre esse terceiro volume, não tem muito mesmo a acrescentar à história :(

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia esse livro, mas eu amei a capa e o enredo. Adoraria ler!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho esse livro na verdade a coleção deles dois, do outro personagem não me interessei em comprar. Eu amoo o primeiro livro e li mais de uma vez, mas olha que faz tanto tempo que li esse aí que confesso que não lembrava de tudo haha, mas lembro dele com esse lance de posse. A maioria dos new adult tem isso de "você é minha" e alguma fase do ciúme exagerado, mas alguns se salvam porque tem explicação psicológica como no a garota do calendário que eu amo.
    Beijos!
    Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  12. Eu não gosto de séries longas, para mim o autor deve escrever os livros até onde realmente tem história, não ficar empurrando por causa do sucesso ou a pedido de fãs. Levo isso tão a série que A Seleção eu só li os três primeiros livros, que é onde realmente tem história para contar.

    Beijinhos,
    Renata

    ResponderExcluir
  13. Oii, como vai?
    Eu li o primeiro livro dessa série e meu deus, parei ali porque achei bem chatinho e olha que foi uma época da qual eu lia um livro nesse estilo atrás do outro rs
    Eu to ficando cansada desses boys dos NA que se acham donos de alguém ou a última bolacha do pacote. Percebo que mudei como leitora porque amava isso quando era mais nova. Ai ai.

    Abraço! ♥

    Larissa - Blog: Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Gostei demais da capa do livro mas, não tenho o hábito de ler esse tipo de livro, apesar de ter me interessado pois, você disse que entra vários personagens ao longo da história e isso é um ponto positivo pra mim pois, passo a ficar curiosa e o enredo vai mudando com o decorrer dos capítulos.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  15. eu não conhecia essa série de livros
    que pena que esse te decepcionou, é tão frustrante quando isso acontece né?

    beijo
    A mina de fe

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Gosto muito dos livros da Abbi Glines e da forma como ela conta as histórias misturando os personagens, fazendo um casal do livro anterior aparecer no próximo, todos se conhecem e são "quase" todos amigos. Pena que essa história não te agradou muito, mas quem sabe outro livro seja melhor, né?
    Gostei do seu blog, estou te seguindo ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
  17. Oi Ray,
    Eu falo que a gente gosta de passar raiva! kkkkk
    O livro é machista, mas a gente termina de ler ele, sei lá o que tem na escrita da Abbi que a gente quer chegar ao final! kkkkkkk
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Olá, Ray

    Eu abandonei a série ainda no segundo livro. Já nele eu vi que não tinha mais nada a ser acrescentado e eu não ia ficar presa nesse cativeiro até o último livro. Hahahhaa Meu tempo de aguentar esse tipo de personagem masculino já passou. Tomara que os demais sejam menos problemáticos (mas duvido). Hahahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  19. Ta ai uma praia que eu realmente não manjo de nada KKKKKK
    NA nunca foi muito atrativo pra mim. Não sou muito chegado em romance em si, e alguns dos que eu gosto são geralmente dentro das fantasia, então. Esse ai com todos esses problemas de machismo e talz, rola nao.

    Abraços
    Emerson
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Poxa, que chato isso. Quando uma série é longa assim, eu penso bastante antes de começar a ler, pois isso pode acontecer de a história ficar perdida no meio do caminho e nem sempre ela volta a ser boa como no início... =/ Uma pena...
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  21. Olá.
    Eu li a série faz tempo, logo que foi lançada por aqui e lembro que no geral gostei. Mas também lembro que tem altos e baixos. Alguns livros bons e outros nem tantos.
    E concordo que é muito chato quando a autora desconstrói uma personagem dessa maneira.
    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Quando uma série passa de 5 livros já me dá uma desmotivada hahaha as vezes vale a pena outras vezes nem tanto :/
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  23. Acho que se a autora não tivesse uma boa base para a história, era melhor nem ter escrito, ao invés de escrever apenas à pedido dos fãs. Uma pena que esse livro tenha a decepcionado.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  24. Não tem como ler essa série com a mentalidade do que se propaga hoje, vc fica chocaddo mesmo.
    Essa série foi escrita em uma época que esse estilo estava em alta, era o que o publico consumia, romances rapidos e hot
    Eu particularmente acho LINDO a musica que tem nele e entendendo esse lado da criação é uma boa série, que eu li a muitos anos e hoje sei que se reler vou achar esses defeitos, por isso nem me arrisco hahaha, fico com o carinho que tenho por ter sido os livros que introduziram o new adult na minha vida literaria, e é um genero com ótimas opções de leitura que atualmente respeitam tudo que o leitor atual vê como correto.

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir