[resenha] O DUQUE PERDIDO - KARINA HEID

Olá amores, como estão?

Como uma boa capixaba e amante de eventos literários, já conhecia a autora Karina Heid mas ainda não tinha pegado nenhum livro para ler, apesar da curiosidade.

Ao descobrir uma leitura coletiva desse livro, e sendo um romance de época (minha zona de conforto), resolvi que chegou a hora de conhecer sua escrita.

Antes mesmo da resenha, preciso dizer que foi um prazer enorme ler esse livro. Fui surpreendida pela história diferente, pela ambientação pouco convencional e principalmente pela escrita envolvente.


Killian von Meissen era uma criança quando, após sofrer um ataque no mar, fica perdido e é considerado morto.

Quinze anos mais tarde é encontrado perdido no mar e levado de volta a Berlim. Entretanto, foram anos vivendo em uma ilha, com cultura, costumes e língua diferentes.

Chega em sua casa com poucas lembranças, sendo adulado pela posição social que tem, mesmo ainda tendo que provar ser ele mesmo, e muito assustado. É quando encontra Annelise von Saxe-Havel em pé sobre uma poltrona mexendo no lustre.

Ele logo se identifica com ela, sente que ela conhece o peso do passado. E está certo.

"Só em casa nos sentíamos à vontade dentro de nossa pele, e ninguém entendia melhor de pele do que ela. Casa era onde estava o nosso coração, e havia milhares de boas interpretações para essa verdade."

Já foi considerada a debutante mais linda mas acabou se tornando a solteirona que ouve comentários ofensivos ao ficar escondida nos cantos dos salões. Ela sofreu um acidente anos antes que a deixou marcada, física e psicologicamente.

Por conta da identificação, Killian só aceita ser preparado para o retorno à sociedade por Anne. É assim que a relação entre ambos começa. Com muita química, ensinamentos e roubos de luvas, é simplesmente maravilhoso acompanhar como eles passam a conhecer um ao outro e aceitar seus defeitos e qualidades, mas principalmente se conhecerem melhor.

"Depois de catorze dias ensinando todas as regras que regiam as interações sociais daqueles tempos, e aprendendo, em contrapartida, aquelas nas quais ele foi criado, Anneliese constatou que vivia na sociedade mais complicada do planeta. Todas aquelas normas formavam uma grande gaiola dourada que só servia para prender e limitar a vida de todos — especialmente das mulheres."

Mais uma vez me identificando, como imigrante, me tocou muito a falta de pertencimento. O Duque já não se encaixa no seu local de origem, bem como nunca se encaixou completamente no local onde cresceu. E seu desafio é descobrir onde está verdadeiramente seu lar.

"- Digamos que ele abriu a gaiola, mas quem decidiu sair fui eu."

Só senti falta de algumas respostas sobre personagens secundários mas espero recebê-las nos livros sequenciais.


Título:
O Duque perdido
Autor: Karina Heid
Páginas: 367
Série: Kaiser Kinder #1
Onde comprar: Amazon

Sinopse: "Em abril de 1802, o navio Prins Frederik, da Coroa Holandesa, foi atingido por uma tempestade a caminho das Índias Orientais e naufragou nas águas do Golfo de Bengala. Nenhum tripulante ou passageiro da nau, entre eles Sua Graça, o duque de Meissen e sua família, foram vistos outra vez.
Quinze anos depois, Berlim é chacoalhada pela notícia de que Killian von Meissen, herdeiro do ducado, foi encontrado. Ele viveu os últimos anos entre as tribos isoladas de Andaman, e está sendo levado contra a vontade para casa.
Annelise von Saxe-Havel viveu os últimos anos se escondendo nos cantos dos bailes. Vítima de uma tragédia, a dama que um dia foi a promessa da temporada precisa viver, hoje, com o estigma de ser uma 'mercadoria danificada'. Ela não esperava muito da vida (ou do amor), muito menos que o Duque arredio e recém chegado ao país determinasse que só falaria com ela.
Agora, Anneliese precisa decidir se aceita ajudar aquele homem de hábitos selvagens a recuperar seu título — e se cede aos seus avanços brutos e convites sensuais para noites escandalosas…"

2 comentários

  1. Anônimo9/5/22 13:13

    Oie ! Não conhecia o livro, mas amei a história e sua resenha. Parece ser uma delícia de ler, adoro esses contos de fadas.

    www.blogresenhando.travel.blog

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ray.
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei essa trama bem envolvente.
    Big Beijos

    ResponderExcluir